Primeiro poste do tema, e não conformeis com este século com "Kristen Clark"

Começarei o poste com esse tema "E não vos conformeis com este século, essa semana iremos publicar, poste relacionados a namoros cristãos, e a solteiros,  etc. Irei começar com.

"Ele sempre abriu a porta".
__________________
4 razões pelas quais você deve deixá-lo abrir a porta!
Eu me casei com um cavalheiro maravilhoso, que nunca falhou em ser cavalheiro em nosso casamento. Mesmo antes de Zack e eu nos casamos, ele sempre fez uma pequena coisa que eu absolutamente adoro.


Ele sempre abriu a porta.
Não apenas portas de restaurantes e portas de casas. Ele abria (e ainda abre) a porta do carro também. Toda vez que eu entro ou saio do carro, ele abre a porta para mim – independentemente de quem está dirigindo.
Será que ele precisa abrir minha porta? Não. Sou perfeitamente capaz de abrir minha própria porta? Sim.
Mas este pequeno ato de cavalheirismo me ensinou lições enormes sobre os nossos papéis definidos por Deus como homens e mulheres.
Apesar de o cavalheirismo masculino costumar ser comum, esses pequenos atos não são mais valorizados na nossa sociedade de hoje. Na verdade, eu li um artigo louco de uma mulher que criticou todos os homens por tentarem abrir a porta (qualquer porta!). Ela alegou que era sexista, rude e completamente humilhante.
Ummm. Desculpe? Ele está lhe servindo ao abrir sua porta e é rude e degradante? Interessante.
Infelizmente, essa é a perspectiva de muitos em nossa cultura.
Mesmo que um rapaz abrindo uma porta para uma garota seja um ato tão pequeno e aparentemente insignificante, é um reflexo de um significado muito mais profundo.
Esse significado não pode ser plenamente compreendido e apreciado sem entender o projeto e o propósito de Deus para homens e mulheres.
Como já escrevi antes:
“A fim de nos dar um pequeno vislumbre da natureza divina de Deus, Ele cuidadosamente habilitou a raça humana a ser um reflexo de Sua imagem pessoal (Gênesis 1:26). Ele projetou o homem e a mulher para mostrar a glória de Deus de maneiras que são únicas para cada um. Ele projetou-nos como seres humanos igualmente valiosos com dois papéis e propósitos diferentes neste mundo”.
Como ressalta Nancy Leigh DeMoss, “os homens foram criados para refletir a força, amor e auto-sacrifício de Cristo. As mulheres foram criadas para refletir a sensibilidade, graça e beleza da noiva que Ele redimiu. E o casamento foi criado para refletir a união da aliança de Cristo e Sua noiva.” – Design Divino.
Em poucas palavras, o tema geral da Escritura nos ensina que os homens foram criados por Deus para ser líderes humildes, aqueles que dão o primeiro passo, protetores e provedores.
As mulheres foram criadas para serem graciosas em responder ao primeiro passo do rapaz, encorajadoras e auxiliadoras. Esses papéis apontam para o caráter e natureza do nosso Deus e seu relacionamento com sua noiva (a Igreja).
Papéis de gênero definidos por Deus não são populares em nossa cultura hoje, porque o feminismo radical nos ensinou a desprezar as diferenças de gênero. No entanto, Deus é o nosso designer, e nosso objetivo de vida é glorificá-Lo e refletir Sua imagem da maneira que Ele nos criou para fazer isso.
Mesmo que você ache uma besteira “um homem que abre a porta”, isso realmente aponta para o maravilhoso design de Deus para o sexo masculino e feminino.
E honestamente, a única razão pela qual estou mesmo escrevendo sobre esse assunto é porque eu vi mulheres cristãs ficarem com raiva sobre este simples ato de cavalheirismo masculino.
Se você está se esforçando para abraçar o bom e belo projeto de Deus para os papéis masculinos e femininos, eu quero desafiá-la a abraçar o seu projeto de maneiras pequenas e grandes.
Uma das pequenas maneiras que você pode abraçar a feminilidade bíblica (e promover a masculinidade bíblica) é deixar rapazes abrirem sua porta.
Sério.
Aqui estão 4 razões pelas quais você deve deixá-lo abrir a porta:
1. Você incentiva e mostra apreço pelo cavalheirismo masculino.
2. Você afirma as ações dele em ser um servo-líder.
3. Você promove masculinidade definida por Deus de uma pequena forma.
4. Você se força a agir em resposta ao fato de ele ser o que dá o primeiro passo.
Como mulheres cristãs, devemos abraçar e aplaudir este pequeno ato de liderança masculina e cavalheirismo.
Este pequeno ato aponta para o melhor projeto de Deus para papéis masculinos e femininos.
Agora, em uma nota lateral – e eu dou risada que eu preciso fazer um discurso formal sobre isso – aqui estão alguns mitos que eu ouvi quando se trata de rapazes abrindo a porta.
Só para esclarecer, eu não acredito em qualquer uma das seguintes ideias a respeito do sexo feminino:
1. Garotas são demasiadamente fracas para abrir a porta.
2. Garotas são muito egoístas para abrirem a sua própria porta.
3. Garotas apenas querem ser servidas como rainhas.
4. Garotas acham que são melhores do que os homens.
Claro que garotas são totalmente capazes de abrir sua própria porta. Claro que garotas são capazes de abrir uma porta para um rapaz. É claro que é “gentil” abrir as portas para os outros.
No entanto, quando surge a oportunidade de incentivar, promover e gentilmente aceitar a liderança masculina, por que não acolher? Na verdade, por que não aproveitar?!
Vamos permitir que os homens em nossas vidas sejam viris e cavalheiros enquanto nós graciosamente respondemos às suas ações.
A melhor maneira que uma mulher pode incentivar a masculinidade bíblica é vivendo a feminilidade bíblica em sua própria vida. É tão simples quanto profundo.
E é por isso que um rapaz abrir a porta é algo que eu acho que você deve abraçar e incentivar.
Vamos conversar sobre isso abaixo.
• De que forma pequena você encoraja os rapazes a serem cavalheiros em sua vida?
• Suas ações incentivam e promovem o cavalheirismo do sexo masculino, ou desencorajam?
________________
Este post é uma tradução de um artigo de Kristen Clark, publicado originalmente no blog GirlDefined, traduzido e publicado com permissão da autora. O artigo original pode ser encontrado no link: 4 Reasons You Should Let Him Open Your Door
Traduzido por Aline Brandão 
__________________
 Aqui abro a primeira postagem sobre relacionamentos nesse blog com “Kristen Clark", pretendo que com esses textos, meus, e de outros autores que para mim, são respeitáveis. Cresceremos juntas (os) em entendimento como sermos homens e mulheres aplaudíveis no sentido da convivência uns com outros, e de acordo com as Escrituras aprenderemos o significado de sermos amadas (os), respeitar e ser respeitados. Creio que isso tem se pedido nos tempos atuais, isso é um ótimo começo para sermos reconstruídos e resgatamos nossos valores cristãos.
Lembre-se "E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus." Romanos 12:2.
Beijos graça e paz. 





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de comentar!
Sua opinião é muito importante para mim :D
Beijos...

Post Top Ad

My Instagram

Antes de sair gostaria de assinar nosso feed?

100% gratuito

atualizado

sem spam