Reflexão, Ó Deus, tu és o meu Deus, eu te busco intensamente. Salmo 63

Meditação do Salmo 63.

Boa noite gente! Estou trazendo essa reflexão do Salmo 63 esse salmo de Davi foi escrito quando ele estava no deserto de Judá. Nele expressa belamente a tranquilidade e confiança na capacidade de Deus de proteger o salmista, assim falando de uma perspectiva de logo alcance, uma vez que no cenário do Salmo ele estava sofrendo nas mãos dos ímpios. 


O Salmo 63.1 começa com uma suplica que diz: Ó Deus, tu és o meu Deus, eu te busco intensamente; a minha alma tem sede de ti! Todo o meu ser anseia por ti, numa terra seca, exausta e sem água. 
“A minha alma tem cede de ti”, Davi suplicou ao sentir sede de Deus, falta de comunhão para o alimentar espiritualmente. Quando ele relata o senário real que estava vivendo e comparando com seu estado espiritual e diz “numa terra seca”, mostra à ligação com o que ele sentia nesse momento, em um decerto espiritual com sede física. É assim que nos sentimos, quando muitas vezes pensamos que perdemos a comunhão com o nosso Deus, pensamos está em um deserto, com a nossa alma sentindo sede dEle, o Senhor é tudo que precisamos sendo a parte que nos completa sobrenaturalmente. 

No versículo 2 diz: Quero contemplar-te no santuário e avistar o teu poder e a tua glória. Davi nesse momento lembrou da presença de Deus no santuário no templo de Jerusalém, o lugar que Deus escolheu para abençoar com sua presença. Não é diferente dos dias de hoje! Nós como igreja de Cristo devemos nos reunir para prestar culto a Deus em Hebreus 10:25 diz: Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns. É importante que nos reúna, até para sermos renovados estando assim em comunhão com os demais membros do corpo de Cristo.

No versículo 3 Davi expressa gratidão pelo amor de Deus ao seu povo, dizendo especificamente a benignidade da aliança, o amor que Deus tem pelo seu povo no contexto da aliança. Diz: O teu amor é melhor do que a vida! Por isso os meus lábios te exaltarão. 

O versículo 4 diz: Eu te bendirei enquanto viver, e em teu nome levantarei as minhas mãos. Ele aqui promete a Deus em quando ele viver ele levantará as suas mãos, que quer dizer: levantar as mãos para o céu em oração, não importava as dificuldades de Davi, mais ele orava assim buscando o Deus que poderia lhe ajudar. 

Só quando Louvou a Deus em comunhão intima com Ele, Davi sentia espiritualmente satisfeito, tanto no versículo 5, 6 e o 7 expressa essa satisfação de Davi, o descanso em quanto meditava em Deus na vigília da noite, Deus no versículo 7 é visto como uma ave-mãe que protege seus filhos. 
Davi no versículo 8 experimenta a comunhão com o seu Senhor, apegava-se ao Senhor, por essa razão que ele disse que A minha alma apega-se a ti, que significa encontrar nele a única esperança. (Dt 10.20; 11.22)

O Versículo 9 nos mostra que a vida dele estava em perigo, mais no versículo 11 Ele cria que a justiça de Deus venceria, Àqueles que amam Deus continuarão a louva-lo enquanto os ímpios serão contidos. 

Em todos os tormentos de Davi nesse Salmo, nos mostra a sua confiança, sua oração, sua adoração e sua comunhão para ser suprido espiritualmente. É importante está buscando a Deus continuamente ganhando intimidade, esse salmo nos convocar a busca a face de Deus para sermos supridos, e ter intimidade para assim vencer os obstáculos que o mundo nos impõe. 
Então um grande abraço fraternal graça e paz.

Por: Cristiane Monteiro Lima

Escute o Salmo 63 aqui na voz do Cid Moreira 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não deixe de comentar!
Sua opinião é muito importante :D
Beijos...

Post Top Ad

My Instagram

Antes de sair gostaria de assinar nosso feed?

100% gratuito

atualizado

sem spam