Seja uma boa menina, não é o Evangelho.

segunda-feira, fevereiro 13, 2017



Qual é a mensagem do cristianismo? Para algumas pessoas é “seja uma boa menina(o) e Deus irá aceitá-la”. Essa não é a mensagem do evangelho, mas do legalismo. Certamente, a graça “nos ensina a renunciar à impiedade e às paixões mundanas e a viver de maneira sensata, justa e piedosa nesta era presente” (Tito 2:12), mas com consequência de sermos aceitos por Deus, com base nos méritos de Cristo e não nos nossos, senão não seria graça! É sobre isso que Elyse Fitzpatrick nos desafia a entendermos neste vídeo.

Eis a questão: Se Deus me ama do jeito que ele diz que me ama; se Deus me ama como um Pai que me adotou e que enviou o Filho que amava para morrer em meu lugar para que pudesse me ter como sua filha; se ele me ama assim, e se ele já transferiu para mim todo o mérito, toda a justiça, todas as perfeições do Filho, se ele já deu tudo isso para mim, então por que trabalhar?

Veja, o que eu gostaria é chegar no fim do dia, e eu gostaria de ser capaz de me dar uma tapinha nas costas, e dizer: “Eu sou uma boa garota”, e “Ó, Deus. Tu notaste? ” Ora, é claro que eu nunca disse isso em voz alta. Bom, talvez eu tenha dito, mas… Existe essa vontade de impressionar a Deus… essa é boa… Eu vou impressionar a Deus e vou trabalhar bastante, assim estou trabalhando para ganhar o amor dele por mim.
Assim, quando ele olha para mim, quando ele olha para a Martha, ele diz: Martha tem 75 pontos de boas ações hoje, e Elyse só tem 50. Eu tenho que trabalhar duro agora para conseguir mais pontos de boas ações. Vocês entendem o que eu digo? Nós vivemos assim.

E posso dizer? Nós fazemos isso com as crianças também. E ficamos nos perguntando quando elas chegam à adolescência, e alguém diz a elas, assim como eu já fiz várias vezes com adolescentes mais velhos e perguntei o que é cristianismo, e basicamente o que eles falam é algo relacionado a ser bom. Fazer a mamãe feliz. Fazer Jesus sorrir. Se, por causa do grande amor de Deus por mim em Cristo, já me foi dado todo o mérito, todo o mérito… se isso já me foi dado, isso remove o amor próprio como uma razão para obedecer.
___________________________________________________________
Por: Elyse Fitzpatrick. © 2011 The Master’s College Website: www.masters.edu; Original: Elyse Fitzpatrick – Women Discipling Women Conference 2011 – by The Master’s College

  • Compartilhe:

FIQUE MAIS UM POUCO COMIGO! VEJA TAMBÉM!

0 comentários

Não deixe de comentar!
Sua opinião é muito importante para mim :D
Beijos...

Antes de sair, cadraste seu email! E receba nossas atualizações.

100% gratuito

atualizado

sem spam