Série: AS DÁDIVAS DA CRUZ-DISCERNIMENTO

quarta-feira, março 08, 2017

         

                DISCERNIMENTO, Sabendo avaliar o que é melhor

Pela cruz percebemos o grande amor de Deus. Por ela, o coração dos escolhidos de Deus recebeu a garantia da eterna salvação. A cruz de Jesus nos revela o nosso futuro, mas também, nos ensina a enxergar o nosso presente, capacitando-nos através de dádivas espirituais, a viver bem, em comunhão novamente, com Deus, conosco mesmos e com o próximo. O objetivo desta série é discorrer sobre algumas destas dádivas graciosas da cruz. Leia com atenção e contemple o cuidado que Deus tem, em Cristo, com você.

Um grande presente que nos advém da cruz do Senhor Jesus é o discernimento espiritual. Discernir é a qualidade de poder considerar, apreender, descriminar algo. Discernimento tem a ver com o cuidado de ler as coisas que acontecem ponderando cada parte, os meandros, as particularidades. É o uso do bom senso, do juízo na avaliação de tudo. O mundo, em nós e ao redor de nós, é muito mais do que podemos apreender. Nossos olhos são finitos, nossos sentimentos são pecaminosos, nosso desejar é limitado. Por isso a necessidade de discernimento espiritual.

Esta dádiva começa quando percebemos quem é o Deus revelado na cruz. Um ser perfeito, santo, justo e bom. Esta perspectiva bíblica a respeito do ser de Deus nos impulsiona a avaliar todas as coisas a partir dos atributos de Deus. Tudo o que ocorre, não importando as circunstâncias, é perfeito, justo e bom para nós. Deus nunca deixará de estar no centro e controle de tudo na sua vida, nem permitirá algo de mal venha sobre os seus eleitos.

Outra perspectiva que alicerça este discernimento é olhar para nós a partir das lentes da Escritura. Carregamos em nossa mente e coração ainda os efeitos do pecado dos nossos primeiros pais. Não temos condições de discernir as coisas fora de Deus. É na dependência da cruz de Jesus que nossos olhos são abertos espiritualmente.  Só assim, podemos avaliar, sentir, desejar e planejar corretamente.
Ainda outra perspectiva, tem outras, é entender que o que é bom para nós é aquilo que vem de acordo com os padrões de Deus nas Escrituras para nós. Não podemos discernir o que é melhor por nós mesmos. Por isso, a Escritura Sagrada é o meio pelo qual podemos ler o mundo ao nosso redor, e perceber quais os melhores caminhos para se tomar. Qual seja, sempre agradar a Deus, seguindo a sua vontade. O que é melhor para nós? Entender, desejar, escolher e sentir sempre a partir da revelação de Deus nas Escrituras. O discernimento espiritual nos capacitará a avaliar, na dependência do Espírito de Deus, o que é melhor.

Portanto, não faça de sua vontade o padrão de certo e errado. Este é o caminho do fracasso emocional, familiar e profissional. Antes, busque este discernimento espiritual. Enxergue e avalie o mundo e a si mesmo corretamente, a partir do que Deus diz o que é certo e errado. Escolha sempre o que é o certo, isto é ser sábio. Descanse no amor, sabedoria e cuidados de Deus por você. Ele sabe o que é melhor. Acredite. Esta é uma dádiva da cruz.

No próximo post, vamos tratar de mais uma dádiva da cruz, a esperança. A cruz nos ajuda a olhar para frente, a ter certeza das coisas prometidas por Cristo a nós, a ter perspectiva de futuro, moldando ideais no presente. Não perca.

Que Deus te abençoe.
Pelo colunista deste blog: Pastor Marlon


  • Compartilhe:

FIQUE MAIS UM POUCO COMIGO! VEJA TAMBÉM!

0 comentários

Não deixe de comentar!
Sua opinião é muito importante para mim :D
Beijos...

Antes de sair, cadraste seu email! E receba nossas atualizações.

100% gratuito

atualizado

sem spam